Coletivo Audiovisual do Titanzinho - Cine Ser Ver Luz (2014-2017)

Nesse estudo interessa criar e acompanhar intervenções urbanas e audiovisuais nas ruas, praças, no farol e na Associação dos Moradores do Titanzinho, no bairro Serviluz, na perspectiva de conhecer como os moradores vivem, convivem e resistem às constantes ameaças das políticas de remoção, na cidade de Fortaleza. Ao propor cartografar os processos de criação e ao que pode a arte como resistência, entendendo resistir como ato de criar e inventar outros mundos, um modo de operar a resistência parece ser disposto nas micropolíticas que insurgem na perspectiva de desnaturalizar as práticas, atuando como política que se pode fazer em toda e qualquer esfera em que transcorra a vida, a ação política dos coletivos e movimentos singulares. A composição desse projeto emerge do encontro com moradores| artistas |pesquisadores| estudantes que participaram da Pesquisa In(ter)venções (http://pesquisaintervencoes.blogspot.com.br/ )e, nesse percurso, acompanharam a criação do Coletivo de AudioVisual do Titanzinho. Esse Coletivo vem assumindo a proposta de criar um Cineclube, bem como encontrar meios para a intervenção audiovisual local com o desejo de inventar outros modos de visibilizar o bairro e seus moradores, considerando a expressão artística de suas singularidades, outros modos de vida, onde o sentido político e estético encontre um lugar preponderante.

Integrantes: 

Maria Fabiola Gomes - Integrante 

Sabrina Késia de Araújo Soares - Integrante

Pedro Paulo Fernandes Araujo - Integrante 

Gerardo dos Santos Rabelo - Integrante

Deisimer Gorczevski - Coordenadora  

Carlos Eduardo Pereira Freitas - Integrante/bolsista 

Priscilla Sousa - Integrante 

Alisson da Silva - Integrante/bolsista

Ana Paula Veras - Integrante/bolsista 

Emilia Schramm Duarte - Integrante/bolsista 

João Miguel Diógenes de Araújo Lima - Integrante

1597748.png

@mostratitanzinho

facebook_logo_icon_147291.png

/cineclubeserverluz

  • 1597748
  • facebook_logo_icon_147291