ConversAções

#Aprendizagem 
autopoiética e cibernética

maio/2017

De passagem por Fortaleza, a professora Maria Clara Costa Oliveira (Universidade do Minho, Portugal) foi a convidada para o 5º ConversAções, realizado em 19 de maio de 2017 com o título "Aprendizagem autopoiética e cibernética".

A profa. Clara convidou os participantes a conversar sobre as relações entre autopoiesis e cibernética, a partir das discussões do biólogo e antropólogo Gregory Bateson sobre a ecologia da mente. Como a ecologia da mente se conecta com a teoria da autopoiesis? Humberto Maturana, reconhecido pela teoria da autopoiesis, foi considerado por Bateson o seu principal discípulo. A conversa, instigada pelas professoras Deisimer Gorczevski (UFC) e Alessandra Oliveira Araújo (Unifor), propôs pensar as relações da arte com a ecologia da mente e a teoria da autopoiesis.

Depois de experimentar encontros num pátio, num jardim, numa calçada e numa associação de moradores, o ConversAções experimentou uma sala do Porto Iracema das Artes, numa aliança entre o LAMUR - Laboratório Artes e Micropolíticas Urbanas (UFC) e o Jucom - Jornadas Urbanas e Comunicacionais (Unifor).

Referências sugeridas:

Artigo: "Da Cibernética à Autopoiesis: continuidades e descontinuidades"

http://seer.ufrgs.br/InfEducTeoriaPratica/article/view/9553

Filme: "An ecology of mind" - Realizadora: Nora Bateson (inglês)

  • 1597748
  • facebook_logo_icon_147291